Perguntas a um Psicanalista

O livro escrito pelo psicanalista Roberto Girola, radicado em São Paulo, traz de uma forma séria, mas acessível a todos, principalmente aos leigos, muitos esclarecimentos sobre dúvidas do cotidiano, com uma fórmula simples: Pergunta e resposta. O conteúdo foi retirado de anos escrevendo para um jornal com tiragem nacional.

O livro está dividido em Comportamento, Vida Amorosa e Sexualidade, Pais e Filhos, com 109 textos, como O Medo, Síndrome do Pânico, O Perdão, Amor Proibido, Compulsão Sexual, Homossexualismo, O Trauma do Aborto, Bater na Criança é uma forma de Educá-la?, Gravidez Indesejada etc.

Perguntas a um psicanalista é destinado ao grande público e Girola acredita que pode ajudar as pessoas a buscar o apoio de um profissional, se for o caso, e evitar olhar superficialmente para seus problemas como afirma:

“Embora escrito em linguagem acessível à maioria das pessoas, medianamente instruídas, não é um livro de autoajuda. Evitei com cuidado a expectativa do leitor que pedia ‘conselhos’. Meu objetivo foi ajudá-lo a ‘pensar’, no sentido de ampliar sua percepção da realidade externa e de seu mundo interno”.

Mesmo carregado de simplicidade na formulação da linguagem psicanalítica, para quebrar o paradigma desse tipo de leitura, que normalmente é muito intelectualizada, o autor teve de ter um alto nível de conhecimento para chegar à fórmula do livro, conforme discorre sobre a importância entre leitura e leitor:

“Recentemente, Maria Rita Kehl (psicanalista, ensaísta, crítica literária) publicou um texto sobre a desnecessidade de escrever de forma complexa. Trata-se de uma elitização desnecessária do saber, que apenas satisfaz o ego do autor. Escrever torna-se de alguma forma o seu ‘gozo’. Escrever é uma forma de comunicação, é uma ponte que é lançada entre o emissor de uma mensagem e seu receptor. Obviamente, no meio desse caminho acontecem vários fenômenos, como ensina a Teoria da Comunicação, mas não por isso devemos complicar ainda mais o que já por si só é complicado, pois onde duas pessoas se encontram, quatro estão presentes (o autor, seu inconsciente, o leitor e seu inconsciente)”.

Sobre o autor:

Nascido na Itália, na cidade de Turim, em um bairro operário, quatro anos depois do fim da 2ª guerra, Roberto Girola sempre foi fascinado pelo dom que o ser humano tem de transformar e dar vida, mesmo nas situações mais absurdas.

Agora, aos 61 anos, percebe que foi guiado por um sutil fio condutor, que o levou inicialmente a estudar Teologia, abraçar a vida religiosa e deixar a terra para ir a países desconhecidos, onde se deparou com um cenários de barbárie, morte e violência. Viveu em tempos obscuros da ditadura Argentina e também como religioso passou pelo Nordeste do Brasil, até perceber que seu caminho era outro. Optou por seguir uma vida normal, como “leigo”, dando aulas e trabalhando em projetos sociais na área da saúde, enquanto se formava em Filosofia. Também passou pelas principais editoras católicas brasileiras e depois pela mídia televisiva. Atualmente é psicanalista e colunista de jornais. http://www.robertogirola.com.br

Dados técnicos:

Perguntas a um psicanalista

Autor: Roberto Girola

Editora: Idéias& Letras

Preço: R$ 35,00

Páginas: 312

Edição: 1ª

Ano: 2012

ISBN: 978-85-7698-139-8

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s