lançamentos de Dezembro de 2011

O MÚLTIPLO SEM UM

Sinopse

A filosofia de Alain Badiou é apresentada de forma orgânica e detalhada neste livro, de Norman Madarasz. O autor destaca que o sistema filosófico de Badiou propõe a matemática como verdadeira ciência do ser enquanto ser. No entanto, isso não faz com que seu sistema seja redutível à lógica, pois a filosofia sempre permanece vinculada e intricada à produção de verdades que se incorporam aos contextos diversos. Em sua proposta, Badiou lança as bases de uma filosofia que avança o conceito de acontecimento e indica a teoria da multiplicidade, abrindo espaços para um tratamento mais inovador e criativo das áreas que propiciam as condições da filosofia.

A obra de Madarasz é a primeira apresentação do pensamento de Badiou no Brasil, fornecendo uma discussão rigorosa e crítica acerca da contribuição desse filósofo ao novo racionalismo francês.

Sobre o autor:

NORMAN R. MADARASZ é doutor em filosofia pela Universidade Paris 8 (Vincennes). Professor Visitante Estrangeiro (Bolsista Capes), em 2005-2006, no Programa de Pós-graduação em Filosofia da Universidade Gama Filho. Atualmente é Coordenador do PPGF e Líder do Núcleo de pesquisas em Filosofia Francesa Contemporânea (CNPq).

DOM HELDER CAMARA

Sinopse

Este livro tem como objetivo resgatar a memória sobre Dom Helder, percorrendo sua vida, suas obras, seus pensamentos, seus ideais e suas lutas.

Dom helder Camara é considerado um dos grandes protagonistas da Igreja católica no século XX, e como poucos marcou o cenário brasileiro e mundial.

Seu protagonismo foi construído por meio da luta pela justiça social e pala paz, inspirada nos princípios do cristianismo. Por meio da não violência ativa mostrou a necessidade de promover revoluções com propostas concretas para transformar as estruturas e possibilitar uma vida humana mais digna para todos, construindo uma nova sociedade, mais justa e mais humana.

Dom Helder, lutando pela justiça e pela paz, destacou-se na defesa dos direitos humanos, sendo considerado o “apóstolo da não violência” e “advogado do terceiro mundo”. Lutando pela justiça, ele se feza voz dos que não tem voz. Como forma de reconhecimento pelo seu trabalho pela justiça e paz, Dom Helder recebeu o título de cidadão honorário em 30 cidades; 14 prêmios por sua atuação pela paz: quatro indicações para o Prêmio Nobel da Paz; recebeu 32 títulos de Doctor Honoris Causa, sendo 18 no exterior e 14 no Brasil.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s